São Paulo » São Paulo - Cidade
Bases da Guarda Civil Metropolitana aparecem alagadas

As imagens são impressionantes

10/02/2020 19h16

Nesta segunda-feira (10), bases da Guarda Civil Metropolitana (GCM) amanheceram alagadas na capital paulista. A cidade apresentou mais de 100 pontos de alagamento no mesmo dia.

Nas imagens enviadas à equipe do MBL São Paulo por policiais da Guarda, é possível ver bases completamente alagadas. Uma delas é a sede da Inspetoria Regional de Operações Especiais (IOPE).

O caso demonstra a falta de preparo da prefeitura na prevenção de danos relacionados a enchentes. A cidade de São Paulo vem sofrendo fortes pancadas de chuva desde domingo (9).

Clique aqui para ver as imagens.

A cidade sofre a maior chuva de fevereiro em 37 anos. Em defesa, a prefeitura culpa a “chuva excessiva” pelos transtornos.

É importante ressaltar que a gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) não investiu apenas 17% do orçamento em prevenção de enchentes. O valor destinado foi de R$ 300 milhões, mas o prefeito aplicou apenas R$ 50 milhões.

Parte da culpa também vem da gestão anterior, do então prefeito e atual governador, João Doria (PSDB). Entre 2017 e 2018, aplicou-se apenas um terço da verba orçada para combate a enchentes e alagamentos (dos R$ 824 milhões destinados, apenas foram investidos R$ 279 milhões).

Advogado criminal, liberal clássico, pró-vida, pró-armas e pró-liberdade de expressão. "Não existe almoço grátis".