Pará
ALEPA deve assinar hoje decreto com medidas para combater o Novo Coronavírus na Casa Legislativa

Presidente da Alepa ressaltou que serão tomadas as devidas providências para que os servidores da Assembleia possam trabalhar de forma segura

18/03/2020 09h34

Ontem, dia 17, em reunião na Alepa (Assembleia Legislativa do Estado do Pará), parlamentares e o secretário de saúde do estado, Alberto Beltrame, debateram medidas para combater o Novo Coronavírus na Casa Legislativa, além de explicar dúvidas e mitos que estão surgindo sobre esse novo vírus.

Segundo o secretário, “é importante que a população saiba que, neste momento, não há nenhum caso confirmado no Pará. Não há pessoas com Coronavírus no Pará, só temos alguns casos em análise. Vamos levar somente a verdade à população, estamos fazendo o nosso trabalho. O Parlamento também deve fazer sua parte, já que tem uma ligação direta com a sociedade. Todos os dias, essa Casa recebe pessoas de diferentes localidades. Quanto mais cuidado as pessoas tiverem, menos transmissão teremos. Vamos combater as fake news, cada cidadão deve fazer sua parte, o governo está fazendo a dele”.

De acordo com Beltrame, “as autoridades sanitárias do estado estão alertas, isso não vai mudar, estaremos absolutamente alertas e transparentes, transmitindo sempre todas as informações com responsabilidade, porque é obrigação do Governo manter a sociedade informada, e é um dever nosso necessário que as pessoas saibam o que está acontecendo e quais as providências as autoridades estão tomando”.

“É importante também ter a referência do Poder Legislativo, dos deputados, que têm um papel muito importante no contato com a sociedade, com a população, para nos ajudar a esclarecer e a levar sobretudo a verdade. Esta é a forma de administrar com serenidade um momento de emergência em saúde pública. Não há pior veneno do que uma informação errada, alarmista, sendo repetida à exaustão”, ressaltou Alberto Beltrame.

O deputado estadual e presidente da Alepa, Dr. Daniel Santos, ressaltou que serão tomadas as devidas providências para que os servidores da Assembleia possam trabalhar de forma segura, além disso pediu “que a Sespa olhe com muita atenção para os servidores públicos e para a população paraense”. Como os trabalhadores da saúde não podem parar, a Casa de Leis também não.

Segundo o presidente da Alepa, o decreto que será assinado hoje deve conter medidas preventivas como suspensão das sessões solenes e especiais, será restrito o acesso a Casa pelo prazo de 15 dias, servidores públicos que fazem parte do grupo de risco (Idosos com mais de 60 anos e pessoas com doenças respiratórias) serão liberados e viagens estão canceladas.

Além disso, qualquer pessoa, parlamentar ou servidor, que este fora do estado será colocado em isolamento por pelo menos 15 dias.