São Paulo
Absurdo! Flanelinhas atuam livremente na Zona Sul de São Paulo e cobram até R$30 de motoristas

Mesmo com o policiamento na região, a ação de flanelinhas na Zona Sul da capital paulista persiste

02/01/2020 19h22 - Por Antonio Glenio

Foto: O Globo

Neste período de festas e transição de ano, os pontos turísticos de São Paulo são muito cobiçados para visitas tanto dos paulistanos, quanto de pessoas de outras localidades que vem visitar a capital paulista. Dentre os pontos mais procurados, está o Parque Ibirapuera, local que além de já ser bastante visitado em dias comuns, conta com um atrativo a mais nestas épocas: a árvore de natal do Ibirapuera, que fica montada até o dia 6 de janeiro.

Devido a isso, os famosos “flanelinhas”, que mais parecem parquímetros humanos, se aproveitam do grande fluxo de pessoas e veículos na região da zona sul da capital paulista e atuam livremente, impondo uma absurda cobrança de R$30 para motoristas estacionarem em vagas no espaço público.

A situação chega beirar ao ridículo, porquê além das pessoas serem obrigadas a desembolsar essa quantia, elas também são obrigadas a fazer o pagamento adiantado para que possam estacionar seus veículos em uma via pública.

Na região, na tentativa de inibir a ação dos flanelinhas, a Guarda Cívil Metropolitana (GCM) instalou uma base comunitária móvel e realiza rondas na região onde há maiores ocorrências. Porém, nem isso os intimida.

Segundo a GCM, já foram registradas 215 ocorrências na região entre janeiro e setembro.


Revisores: Rodrigo Vieira e Cynthia Capucho.

Fonte: G1