fbpx
Pitangueiras » São Paulo
A SITUAÇAO É CRITICA no abastecimento de água em Pitangueiras!

Segundo Dados da secretaria de meio ambiente, o desperdício somente nas bombas chega a 40%. Campanhas de conscientização para a população são necessárias e planos de contingência são quase ignorados pelo poder público.

22/10/2019 20h26 - Por Yan Gabriel

Água recurso cada vez mais escasso em Pitangueiras. (Imagem:Reprodução Internet)

Membros do MBL Pitangueiras estiveram na Secretaria de Meio Ambiente do município, para saber sobre os problemas de abastecimento de água e obtiveram informações preocupantes sobre o sistema.Foi informado pelo órgão, que o desperdício somente nas bombas no sistema e seus arredores já chega a 40% em perdas inerentes, somente com gastos em evaporação e motores funcionando 24 per 7 para suprir a constante necessidade da rede por água. O setor de imprensa da secretaria informou ,que há registros também de grande desperdício por parte da população, já que quando a água chega para tratamento na E.T.A. mais de 80% já foi gasto somente pela população da baixada da cidade.

O Setor ainda informou, que uma parceria público privada (PPP) foi fechada para tentar suprir essa constante demanda com a abertura de mais uma bomba, porém no momento este novo equipamento se encontra desativado devido a avarias não havendo ainda cronograma para substituição dos componentes danificados.A entrada em operação dessa nova bomba mitigaria o crescente problema da cidade.

Outra ação informada pela secretaria é a de que veem arrecadando verba para cavar um novo poço capaz de tirar cerca de 200 milhões de litros de água, o que, resolveria no momento a situação. A média de consumo de água de Pitangueiras é cerca de 30% maior que a do resto do estado.Campanhas de concientização para previnir o desperdício seriam extremamente providênciais para amenizar o gargalo de abastecimento.

O Movimento Brasil Livre de Pitangueiras indagou a secretaria de meio ambiente, se existe algum plano emergêncial caso ocorra uma total falta de água. A resposta da secretaria foi que as pessoas que se sentirem lesadas devem acionar a secretaria caso isso ocorra e que um caminhão pipa estará se deslocando até o endereço. Não existe nenhum outro plano de contingencia da prefeitura caso uma emergência ocorra, oque é extremamente preocupante.

Outra informação levantada pelos membros do movimento foi que, o custo com pessoal (segurança e manutenção) nas bombas é alto e que somente neste ano já houveram 3 furtos de material elétrico (fios de cobre).

Armazenar água em tambores virou prática comum entre os moradores de Pitangueiras, devido as sucessivas interrupções no abastecimento.
(Foto:MBL Pitangueiras)

Segundo a lei N 3.632 de 17 de outubro de 2018, dispõe que por metro licenciado na cidade devem ser depositados o valor de R$7,08 na conta da prefeitura para gastos com saneamento, mas não existe nenhum plano oficial para o crescimento sustentável do sistema de água e esgotos, somente ações pontuais e reativas.

Uma das formas encontradas pelos moradores do município, foi o armazenamento em tambores para os períodos de interrupção no abastecimento e muito comum encontrar esse tipo de solução em diversas residências. Enquanto o problema não é resolvido a população se vira como pode, usando a criatividade para não ficar sem água.