Kaique Dionísio
Um carioca genuíno em meio a tantos paulistas. Escrevo textos mais longos para o @midiainsurgere.
Presidente do Conselho do Banco do Brasil narra escândalo com o governo Bolsonaro
Hélio Magalhães saiu, mas saiu atirando contra o (des)governo

Como há muito noticiado, André Brandão, do Banco do Brasil, entregou o cargo. Agora, Hélio Magalhães, presidente do conselho de administração, também sai. Mas saiu atirando:

“[Comunico minha renúncia] em razão do reiterado descaso com que o acionista majoritário vem tratando não apenas esta prestigiada instituição, mas também outras importantes estatais de capital aberto e de seus principais administradores”, afirma Magalhães na carta.

Integrantes do conselho já criticaram a escolha de Fausto de Andrade para o cargo do Presidente. Fausto foi indicado por Bolsonaro.

Hélio Magalhães também criticou as “tentativas de desrespeito à governança corporativa“, numa referência às interferências na execução do plano de reestruturação do banco, que inclui o fechamento de agências.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria