Kaique Dionísio
Um carioca genuíno em meio a tantos paulistas. Escrevo textos mais longos para o @midiainsurgere.
Eduardo Girão passa VERGONHA depois de resposta de Mandetta na CPI da Covid
Eduardo Girão tentou enquadrar Mandetta mas acabou passando vexame

Vamos separar as coisas: há a questão científica e a questão política. Não sejamos ingênuos. Nossos parlamentares não estão na House of Commons britânica. Agora há pouco, Eduardo Girão, tentando enquadrar Mandetta, perguntou:

“E aí, Luiz Henrique, vai ter remorso caso o tratamento precoce seja bem visto no futuro?”, pergunta Eduardo Girão. “Não, senador.”, responde Mandetta. “Aqui é ciência, aqui é estudo”. Girão, de fato, levantou a bola para Mandetta cortar.

A questão aqui não é se a cloroquina, a ivermectina ou ozônio no rabo funciona ou não para bolsonaristas. A questão é que a CPI é - e sempre foi - um tribunal político.

Até onde sei, Girão é um empresário brasileiro que concorreu ao Senado em 2019 e se elegeu. Se há vida política pregressa, não sei. Mas posso afirmar: é mais um burro atrapalhado.

As palavras de Randolfe Rodrigues, que faz mais oposição ao governo que a bancada do PT inteira, são reais: "que tropa de choque atrapalhada!" O script de Eduardo Girão só pode ter sido escrito por Osmar Terra.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria