Daniel José
Deputado na Alesp, economista pelo Insper e mestre em Relações Internacionais.
Por que defendo a reabertura das escolas no Brasil?
Os estudos sobre o tema tem saído agora, mas há alguns consensos se formando

5 MESES! Esse é o tempo que as escolas permanecem fechadas no Brasil, com exceção do Amazonas, que voltou recentemente.

Aulas suspensas
Aulas suspensas

Mas o que mostram as evidências a respeito dos países que já voltaram? Ainda, qual é o impacto desse longo fechamento de escolas para alunos e sociedade?


Vírus menos agressivo nas crianças e transmissão

Os estudos sobre o tema tem saído agora, mas há alguns consensos se formando.

O primeiro deles: o vírus é muito menos agressivo nas crianças do que nos adultos. A mortalidade proporcional da gripe comum é 4,5 vezes maior do que a da Covid-19 em crianças. Em mais de 60% delas não há qualquer tipo de sintoma. 

Ajude a manter o MBL na luta!

Ainda, estudos realizados na Austrália e Reino Unido mostraram baixa infectividade das crianças nos ambientes escolares. Em 1 dos casos reportados, 18 alunos e funcionários que testaram positivo para COVID-19 frequentaram a escola, com 863 pessoas próximas. 

Foram registrados apenas 2 casos secundários (transmitidos).

Vale destacar que vários países como França, Alemanha, Bélgica, Vietnã e nosso vizinho Uruguai retornam às aulas em maio/junho, ficando em média menos de 90 dias fechadas.

Ajude a manter o MBL na luta!

Em todos esses casos, não houve aumento de casos no retorno; pelo contrário: os casos continuaram caindo após a reabertura.

Os efeitos do fechamento das escolas

O fechamento das escolas provoca efeitos de curto e longo-prazo. 

Efeitos imediatos:

- Aumento das denúncias de violência

- problemas nutricionais das crianças na falta de recebimento da merenda 

- piora de condições psiquiátricas 

- transtornos de estresse

- abandono escolar

Mas o pior está no que vem depois…

Pelo fato dos pais permanecerem em casa para cuidar dos pequenos, foi calculada uma perda de até 18% na renda familiar: uma queda de 1 p.p do PIB. E olha que esses valores valem para um fechamento das escolas de 12 semanas (o equivalente a 3 meses).

As mulheres são 2,4 vezes mais afetadas do que os homens.

Além disso, 1 em cada 3 jovens pensaram em largar a escola nesse período, devido principalmente ao menor aproveitamento nas atividades por EAD (principalmente em regiões vulneráveis). 

O custo de apenas 1 abandono escolar para a sociedade é de R$ 372 mil (renda menor no futuro, empregos piores, violência, etc).

Do jeito que está não resolve!

Por isso, minha posição era de reabertura gradual das escolas, observando todos os cuidados dos países que já fizeram isso. Cabe aos responsáveis decidirem se aluno vai nas aulas ou não!

Me parece que a opção de “ficar parado” não resolve.

Precisamos dar liberdade para as escolas privadas retornarem antes se cumprirem os requisitos de saúde exigidos pelo governo. Não faz nenhum sentido nivelar o problema por baixo, prejudicando quem se preparou para reabrir!
Mas o governo de SP cogita reabrir escolas apenas em 2021… para prejuízo dos alunos, dos pais, e de toda a sociedade.

Você está sendo roubado! O sistema usa o seu dinheiro, abusa de privilégios e cria leis para se blindar. O MBL vai na contramão desse sistema, lutando contra o Foro Privilegiado, Fundão e na defesa da prisão em segunda Instância e reformas. A batalha é desequilibrada, nós só podemos contar com você. Doe para o MBL clicando aqui.
continua em outra matéria