fbpx
Opinião
Feliz dia das mães, preparem os bolsos! Metade do presente vai para o Estado.

Quanto a carga tributária influi no preço dos presentes

10/05/2019 12h24

O dia das mães está chegando, neste dia 12 de maio milhões de mães receberão presentes e mimos como forma de homenagem e gratidão por parte de seus filhos.

Segundo comerciantes, o dia das mães é a segunda data mais importante perdendo apenas para o natal em volume de vendas.

A CNC, Confederação Nacional do Comércio, está otimista com relação às vendas deste ano. A expectativa é de um aumento de 3,8%, já descontada a inflação, com relação a 2018. Este volume representa aproximadamente R$ 9,7 bilhões de reais em movimentações financeiras.

As datas comemorativas, sem dúvida, são muito importantes para o comércio e giro da economia, muitos comércios dependem das datas sazonais para conseguirem sustentar o balanço anual.

O que não podemos deixar de destacar nestas ocasiões, é o tamanho do apetite governamental em forma de tributos, que muitas vezes compromete mais da metade do valor pago pelo consumidor. Reflexo de um país pesado, que consome boa parte do orçamento anual para sustento da própria máquina, da postergação de ajustes de correção de ordem econômica como a redução do tamanho do Estado, as reformas estruturantes que governo após governo não se concretizam com a plenitude necessária, como exemplo a reforma da previdência, sucedida pela tributaria, administrativa, e por ai vai.

Na prática o brasileiro que se encontra ativo na economia paga imposto demais e como podemos observar recebe retorno de menos. Basta conferir a qualidade da contraprestação nas áreas essenciais como a Saúde, Segurança e Educação.

Nossa mamãe não tem nada a ver com isso, apesar da gula tributária brasileira são dignas de receberem o melhor que cada um poder oferece-las em retribuição a todos esforços prestados desde o nosso nascimento por estas verdadeiras guardiãs.

Veja abaixo, segundo o IBPT, instituto brasileiro de planejamento e tributação, o quanto de impostos estão embutidos em presentes típicos para a data:

Água de colônia (nacional): 50,38%
Almoço em restaurante: 32,31%
Aparelho MP3 ou iPOD: 49,45%
Bolsa de Couro: 41,52%
Bota: 36,17%
Buquê de flores: 17,71%
Calça de tecido: 34,67%
Calça jeans: 38,53%
Camisa: 34,67%
Computador acima de R$ 3 mil: 33,62%
Computador até R$ 3 mil: 24,30%
iPad/tablet: 39,12%
Joias: 50,44%
Livros: 15,52%
Maquiagem nacional: 51,04%
Maquiagem importada: 69,04%
Pacote viagem: 29,56%
Perfume importado: 78,43%
Perfume nacional: 69,13%
Porta retrato: 43,47%
Relógio: 53,14%
Roupas: 34,67%
Secador de cabelos: 47,88%
Serviço de TV por assinatura: 46,12%
Teatro e cinema: 30,25%
Telefone celular: 33,08%
Televisor: 44,94%
*Fonte: Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT)

É amigos, nosso objetivo é presentear nossas mães, mas como sempre o grande presenteado é o Estado pesadão.

Coordenador MBL Santo André / MBL Grande ABC / MBL Nacional, Defensor da liberdade econômica, ativista politico e Blogueiro.