fbpx
Brasília » Transporte Público
Trem de Brasília a Valparaíso pode começar a funcionar em abril

Por enquanto, começaria em fases de testes. Custo estimado é de R$ 400 mil por mês

27/02/2019 17h00

Revisão: Kdu Sena

O governo do Distrito Federal estendeu por mais 60 dias, até o final de abril, o prazo para iniciar a fase de testes com o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) entre Brasília e Valparaíso (GO). A previsão era de que as primeiras viagens fossem feitas ainda em março.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) explicou, nesta terça-feira (26), que o prazo foi prorrogado por falta de dinheiro.

No projeto inicial, o governo federal bancaria todo o custo dos testes – mas, segundo o governador, o valor não foi repassado. Com a mudança, o GDF terá que desembolsar R$ 400 mil por mês, pelo período de 6 meses, totalizando R$2,4 milhões.

“Ele [governo federal] não queria entrar com o valor de R$ 3,4 milhões, então o governo do Distrito Federal vai aportar esses R$ 400 mil para facilitar a operação do projeto durante esses seis meses de estudo”, afirmou Ibaneis.

Quando começar a fase de testes com passageiros, o VLT deverá fazer até duas viagens de 45 km por dia, cada uma com capacidade para 600 pessoas. Pela manhã, o trem sairá de Valparaíso rumo à Rodoferroviária de Brasília, e à tarde fará o caminho inverso.

O volume de passageiros transportados nesta primeira fase corresponde a 0,75% da demanda estimada da região. Segundo o governo, 80 mil pessoas se deslocam diariamente entre Brasília e o Entorno Sul (Cidade Ocidental, Jardim Ingá, Luziânia e Valparaíso).

O projeto sob responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento da Região Metropolitana do DF estima que a viagem será feita em aproximadamente 1h30min.

Não existe previsão para o valor da passagem.

Fonte: G1

Administrador, Jornalista, Professor e Pesquisador. Graduado em Administração e Comércio Exterior. Pós-graduado em Direito, Docência e Gestão Pública. Mestre em Economia pela UnB.