fbpx
Justiça
Supremo encaminha inquérito contra Temer para primeira instância

Supremo Tribunal Federal encaminha à Justiça Federal de Brasília denúncias contra Temer.

05/02/2019 10h50

Os ministros Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, encaminharam à Justiça Federal de Brasília, ontem (04/02), as três denúncias apresentadas pela Procuradoria-Geral da República contra o ex-presidente, Michel Temer, por perda de foro privilegiado.

A primeira acusação deriva do ex-procurador, Rodrigo Janot, no qual denuncia Temer e o ex-deputado, Rodirgo Rocha Loures (MDB-PR), por corrupção passiva. O famoso episódio da mala de dinheiro (a corridinha) com suporte da delação do grupo J&F. A segunda denúncia foi apresentada em setembro de 2017 por organização criminosa e obstrução da Justiça na mesma seara da delação do grupo J&F.

A terceira denúncia versa sobre o envolvimento de Temer no favorecimento de empresas do setor portuário com a edição de um decreto do setor de portos. Neste caso houve um fatiamento da investigação onde parte do processo foi encaminhada a Justiça Federal de São Paulo no sentido de se apurar supostos ilícitos de Maristela Temer e o coronel João Batista Lima Filho.

Confira trecho da denúncia encaminhada a Justiça de São Paulo: “Pelas provas colhidas, Maristela Temer agiu com consciência e vontade de mascarar a origem dos recursos empregados nas obras da reforma de sua residência, haja vista que existem recibos em seu nome de serviços que não foram por ela custeados”.

Informações: Correio Braziliense.

Administrador, Jornalista, Professor e Pesquisador. Graduado em Administração e Comércio Exterior. Pós-graduado em Direito, Docência e Gestão Pública. Mestre em Economia pela UnB.