fbpx
Justiça
Senadores do DF assinam CPI da Lava Toga

CPI alcançou número mínimo para abertura do procedimento no Senado

15/03/2019 15h26

Revisão: Kdu Sena

O senador Alessandro Vieira (PPS-SE) conseguiu ontem (14) o mínimo de 27 assinaturas para dar entrada no pedido da chamada CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da “Lava Toga”. O objetivo, segundo o parlamentar, é investigar a conduta de ministros de cortes Superiores e “abrir a caixa-preta” do Poder Judiciário.

Destacam-se as assinaturas dos senadores do Distrito Federal, Leila Barros (PSB), Izalci Lucas (PSDB) e José Reguffe (Sem Partido). E, também, do senador  Eduardo Girão (PODEMOS – CE), a voz do MBL no Senado Federal. O outro senador do MBL, Marcos Rogério (DEM – RO), ainda não se pronunciou sobre sua assinatura.

Com número mínimo de assinaturas alcançado, o parlamentar tentará acumular mais assinaturas para protocolar o pedido na segunda-feira (18). Isso porque, até o pedido ser lido em plenário, qualquer senador pode retirar seu nome do pedido. E, caso o documento volte a ter menos de 27 assinaturas, perderá validade, como ocorreu em fevereiro deste ano.

Fonte: UOL

Administrador, Jornalista, Professor e Pesquisador. Graduado em Administração e Comércio Exterior. Pós-graduado em Direito, Docência e Gestão Pública. Mestre em Economia pela UnB.