fbpx
Brasília
Rafael Parente diz se preocupar com o invasor

Professor que invadiu a sede da Secretaria procurava por ele

17/03/2019 19h05

Revisão: Kdu Sena 

Na última sexta-feira (15), por volta das 12h30, um professor de 53 anos armado com uma faca de caça e uma besta (espécie de arco e flecha, também usado no massacre de Suzano) invadiu a sede da Secretaria de Educação do GDF, a procura do secretário Rafael Parente. Segundo a polícia, o homem estava muito agitado e queria matá-lo. 

Em seu Twitter, o secretário disse que estava bem mexido. “Sou muito abençoado por Deus e grato a ele, sempre”. Sobre o professor, Parente desabafou que estava preocupado com ele e com sua família. “Estamos fazendo e faremos todo o possível para que recebam todos os tratamentos necessários”, declarou. 

O suspeito é um professor erudito de violino, que reclamava da atual situação da educação musical no Distrito Federal. Ele subiu ao 12° andar da sede da Secretaria, onde fica o gabinete de Rafael Parente. Os funcionários perceberam parte da besta para fora da mochila, e por isso acionaram a Polícia Militar imediatamente, ela o conteve antes que ferisse alguém. 

O professor tem histórico de transtornos psíquicos e mencionava ter enlouquecido por conta do trabalho. Segundo os PMs, ele dizia querer “salvar a escola de música”. 

Fonte: G1