fbpx
Manifestação
Manifestantes se reúnem em frente ao STF a favor da Lava Jato

Ato contou aproximadamente com 300 pessoas

18/03/2019 14h08

.Revisão: Kdu Sena

Aconteceu na manhã do último domingo (17), em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF), a manifestação organizada pelo MBL, com o apoio de diversos movimentos de direita e cidadãos da cidade de Brasília e entorno, em apoio a Operação Lava Jato.

A manifestação aconteceu simultaneamente em pelo menos 19 estados e no Distrito Federal. Ontem, ela iniciou-se por volta das 10 horas da manhã e segundo informações dos realizadores, a manifestação contou em seu ápice com 300 pessoas.

As pessoas se concentraram em frente ao STF, algumas trouxeram cartazes externando sua insatisfação com o Tribunal, como:

  • “STF, Quem matou a Lava Jato?”; 
  • “STF, puteiro do PT”;
  • “Contra STF corrupto”;
  • “Gilmar Mendes, impeachment”;
  • “Tenho vergonha do STF”;
  • “STF qual é o teu negócio, sabemos quem são os teus sócios”.

Também podia-se ouvir gritos pedindo a saída dos Ministros Marco Aurélio Cunha, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e a instalação da CPI da Lava Toga. Por coincidência, o senador Alessandro Vieira (PPS-SE) protocolará o pedido para CPI nesta segunda-feira (18).

Uma integrante do Movimento Vem Pra Rua levou para a manifestação um pequeno aparato de som e microfone para as pessoas explanarem seus sentimentos contra o STF. “Eles [STF] esquecem do Artigo 1 da Constituição Federal que diz que todo o poder emana do povo, isso se chama democracia. Nós já tiramos vereadores, prefeitos, deputados, senadores, governadores e até presidentes da república do poder, por que não podemos tirar eles [Ministros] do poder”, afirmou um manifestante.

No decorrer do ato, os manifestantes se aproximaram do STF, cantaram o hino nacional, rezaram um Pai Nosso e em uma corrente humana, abraçaram o STF. Em seguida, algumas pessoas arremessaram em direção ao STF, rolos de papel higiênico.

Depois do encerramento da manifestação, o STF não se pronunciou sobre o ocorrido.  

Após a manifestação, o MBL Brasília fez a seguinte declaração:

“O MBL Brasília, por meio desta nota, agradece à todos os cidadãos da cidade de Brasília e entorno, aos movimentos de direita, apoiadores da Operação Lava Jato que saíram de suas casas na manhã do último domingo (17) para manifestarem apoio a Operação Lava Jato e externar repúdio às decisões recentes do STF.

Também gostaríamos prestar nosso reconhecimento para todos os motoristas que participaram do ato, buzinando enquanto passavam ao lado do ato.

Continuaremos a luta por uma Brasília e um Brasil, ao todo, mais justo e livre da corrupção. Convidamos todos a acompanharem o movimento e estarem presentes nas próximas manifestações e mobilizações.

Agradecimentos,

MBL Brasília”

STF
Administrador, Jornalista, Professor e Pesquisador. Graduado em Administração e Comércio Exterior. Pós-graduado em Direito, Docência e Gestão Pública. Mestre em Economia pela UnB.