fbpx
Sem categoria
Manifestação em frente a CLD é marcada por agressões

Arremesso de copos, garrafas, maçãs, pedras e salgados. Confusão na manifestação em frente a CLDF.

25/01/2019 20h54

Em meio à manifestação de ontem (24/01) originada pela abertura da sessão extraordinária para votar a finalidade do projeto de lei do Executivo que amplia o modelo de gestão do Instituto Hospital de Base (IHB) para vários outros órgãos da SES-DF, manifestantes se posicionaram em frente à Câmara Legislativa do DF.

A concentração, contra e a favor do projeto, foi alta em frente à Câmara e se fez com muito ânimo, ofensas e, infelizmente, agressões. No início da tarde, ápice da concentração, contou-se com uma carreta de som usada como palanque para vários manifestantes que proferirem sua indignação e opinião sobre o projeto. Dentre estes estavam representantes de sindicatos, associações de estudantes e a deputada federal reeleita Erika Kokay (PT).

Porém, por volta das 15 horas, foi avistado um pequeno carro de som estacionando ao lado do palanque, já presente no local, e acima dele manifestantes a favor do projeto de lei. Entretanto, estes foram recebidos por ofensas pelo palanque adversário.

Houve uma intensa concentração de pessoas que se posicionaram contra a presença deles e, por fim, resultou no arremesso de copos, garrafas, maçãs, pedras e salgados contra eles. No início do protesto, os manifestantes foram orientados pela Polícia Militar a mover a carreta alguns metros da posição inicial e organizar sua participação no protesto em local indicado pela força policial.

Por fim, o carro foi perseguido por vários manifestantes contrários ao projeto de lei e como resultado a continuidade das agressões e ofensas entre ambas as partes.

Administrador, Jornalista, Professor e Pesquisador. Graduado em Administração e Comércio Exterior. Pós-graduado em Direito, Docência e Gestão Pública. Mestre em Economia pela UnB.