fbpx
Brasília
Insustentável, CEB cortará gastos

Estatal tem dívida bilionária

04/04/2019 17h01

Revisão: Kdu Sena

A Companhia Energética de Brasília (CEB), que tem uma dívida bilionária da sua subsidiária CEB Distribuição, terá de estancar os resultados negativos da estatal, alertou o diretor-presidente da Companhia, Edison Garcia. O déficit bilionário foi criado pela má gestão dos últimos anos.

Em fevereiro, o governador disse estudar sobre a privatização parcial da CEB e da CAESB, que juntas têm um déficit de R$ 2,5 bilhões. “[A privatização] está em estudos. Ainda não há nenhuma definição quanto a isso. O que nós temos encontrado é uma dificuldade muito grande dentro dessas empresas”, declarou.

A dívida da CEB teve origem na acumulação de déficits, causados por maus investimentos e uma folha salarial pesada, sendo de R$ 16,5 milhões, apesar de o limite definido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ser de R$ 14 milhões. Em fevereiro, Ibaneis insinuou que a alta folha de pagamento vinha da aposentadoria dos servidores: “Vocês sabem que existem servidores que ganham muito, que se aposentam e continuam trabalhando dentro das empresas”.

O presidente da Companhia disse ainda que planeja diminuir o déficit por meio da criação de uma cultura de intolerância aos “gatos” de energia. É estimado que a estatal deixe de arrecadar R$ 200 milhões por conta da prática irregular.

Fonte: Metrópoles

CEB