fbpx
Brasília
Ibaneis exige que novos comissionados do DF preencham formulário para maior transparência

Governador também analisará caso de três comissionados considerados fichas sujas.

03/04/2019 15h10

Revisão: Kdu Sena

Novos comissionados que estão chegando no governo terão de preencher uma ata para dizer se são investigados ou se estão respondendo a algum processo judicial. Também terão que dizer se estão ou não inelegíveis.

Para evitar novos erros no governo, como o subsecretário de saúde Marcelo Henrique de Melo, condenado por compra de votos no Mato Grosso do Sul o governador estipula essa e outras restrições para que haja melhor fiscalização na postura dos comissionados.

Ibaneis também analisa outros dois casos de ficha suja:

Luiz Carlos Tanezini: diretor do metrô, condenado pelo tribunal de contas por ter deixado uma empresa que tinha contrato com o DR pagasse uma multa
por ele.

Fernando Leite: condenado por improbidade, quando foi
presidente da Caesb pela primeira vez. Segundo a justiça, ele contratou uma empresa de publicidade por 4 milhões de reais sem respeitar a lei de licitações.

Fonte: Metrópoles

Administrador, Jornalista, Professor e Pesquisador. Graduado em Administração e Comércio Exterior. Pós-graduado em Direito, Docência e Gestão Pública. Mestre em Economia pela UnB.