fbpx
Brasília
Acordo entre GDF e governo do Goiás visa proteger bacia do Descoberto

Entre os objetivos estão a proteção dos recursos hídricos, desenvolvimento sustentável e auxílio aos produtores

25/03/2019 21h40

Reportagem: Jonas Fernandes

Revisão: Kdu Sena 

O Acordo de Cooperação Técnica (ACT), assinado na sexta-feira (22 de março), Dia Mundial da Água), que visa ao melhor uso e proteção dos recursos da bacia hidrográfica do Descoberto, além do incentivo ao desenvolvimento de uma atividade rural sustentável na região. 

Entre as medidas do acordo (firmado em Águas Lindas do Goiás), está a implantação do Programa Produtor de Águas, promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA) e desenvolvido em âmbito estadual por entidades como as Secretarias do Meio Ambiente de ambos estados, Caesb, Adasa e Saneago. 

Há também remuneração dada pela Caesb aos produtores que optarem por um modelo sustentável, com práticas de proteção ao meio ambiente. 

O presidente da Caesb, Fernando Leite, afirma: “O programa visa proteger as nascentes das propriedades rurais localizadas na Bacia, que é responsável por cerca de 65% do abastecimento do DF”. Além disso, o representante recorda que, na bacia do Ribeirão Pipiripau, a mesma operação já está em andamento. “Trata-se de uma série de ações para a proteção de mananciais.” pontua. 

Também foi assinado o decreto de criação do Parque Nacional de Águas Lindas, que redefinirá a poligonal de unidade de conservação, hoje conhecida como Parque do Descoberto.  

Fonte: Correio Braziliense

Administrador, Jornalista, Professor e Pesquisador. Graduado em Administração e Comércio Exterior. Pós-graduado em Direito, Docência e Gestão Pública. Mestre em Economia pela UnB.