fbpx
Sem Categoria
Audiência na CLDF pede que o GDF banque as moradias das pessoas

A política da Agefis contra invasões foi duramente criticada na ocasião.

17/04/2019 18h20

Revisão: Kdu Sena

A CLDF recebeu hoje (17) pela manhã ativistas, militantes e representantes de movimentos sociais durante Audiência Pública que tratava sobre o direito social à moradia. A iniciativa é do distrital Fábio Félix, do PSOL. Além de exigir o direito à moradia, os presentes reclamaram da postura da Agefis de proteger propriedades privadas por meio da remoção de invasões.

Os distritais Leandro Grass (Rede) e Arlete Sampaio (PT) também fizeram oposição às ações de remoção das invasões, fazendo uso do argumento da “função social” da cidade. Grass destacou que o desafio atual é atingir o “crescimento da cidade de forma ordenada e planejada”, enquanto Arlete disse que “não existe invasão de terra, mas falta de moradia”.

Integrantes do MTST presentes na reunião se manifestaram, dizendo que “direito não se mendiga, direito se exige”, em referência ao direito social à moradia, presente na Constituição Federal. Segundo Maria José Almeida, membro do movimento, é incongruente que Brasília tenha “a maior área pública do País e o maior déficit habitacional”, insinuando assim que o governo deve elaborar políticas públicas habitacionais que contribuam para reduzí-los.

Fonte: Imprrensa Oficial