fbpx
Escritor de meia dúzia de artigos, comentarista eventual do MBLNews.
Chuva castiga região do Grande ABC

Grande volume de chuva sobre as cidades da região causaram alagamentos em diversos locais e sete mortes

11/03/2019 13h14

Grande volume de chuva sobre as cidades da região causaram alagamentos em diversos locais e sete mortes

Durante a madrugada de segunda-feira, fortes chuvas atingiram a região do Grande ABC, como tem sido frequente . Bairros ficaram submersos, com casas invadidas pelas águas, veículos boiando, deslizamentos e mortes.

Sete pessoas morreram na região do Grande ABC e zona leste paulista. Quatro mortes ocorreram no bairro de São Caetaninho em Ribeirão Pires, causados por um deslizamento, confirmadas pela prefeitura. Uma morte ocorreu no bairro do Taboão em São Bernardo do Campo, quando um motociclista se afogou ao tentar atravessar a área de alagamento, em frente ao Shopping Cristal, por onde cursa o Rio dos Couros, que transbordou. Outras duas mortes ocorrem na cidade de São Paulo, próximo ao Rio Tamanduateí, que sucumbiram à força da água e se afogaram.

Diversos vídeos circularam em mensagens registrando ruas submersas, veículos sendo arrastados pela água, deslizamentos de terras e destruição de casas e prédios. A rodovia Anchieta ficou interditada, desde a madrugada, e as pessoas nos veículos permaneceram no local até o início da manhã.

Os efeitos da chuvas se estenderam à manhã de segunda-feira, quando os cidadãos da região encontraram muitas dificuldades, com trânsito intenso, sinalização semafórica apagada, áreas interditadas e interrupção do sistema de transporte como a Linha 10 – Turquesa da CPTM.

Segundo o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Márcio Palumbo, foram 601 chamados, durante a noite de domingo para segunda-feira, com priorização de atendimentos às pessoas em áreas de difícil acesso ou presas em veículos ilhados. Foram contabilizados 54 desabamentos e deslizamentos e queda de 34 árvores.

Em vídeo transmitido durante a noite de domingo no perfil do rede social Facebook https://www.facebook.com/orlando.morando/videos/1995839774054780/, o Prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), comentou a situação. Salientou que estava em curso a operação Pé D´água, que estaria atuando os efeitos das chuvas, isolando áreas de alagamento.

Atribuiu ao volume anormal de chuvas a causa dos problemas ocorridos, destacando ser um problema histórico, mas citando áreas onde não é comum alagar, além de locais onde existem diversos “piscinões” (Taboão, Demarchi e etc), que também não foram capazes de suportar a quantidade de água. Disse que a manutenção e limpeza dos “piscinões” estão regulares.

O prefeito mencionou que a concessionária “ECOVIAS” teria realizado obras que geraram o escoamento de toda água para a avenida Barão de Mauá, ocasionando alegamento. Prometeu exigir da empresa a reparação.

O Centro de Gerenciamento de Emergências – CGE prevê chuvas intensas para o período da tarde desta segunda-feira.