Blog do Renan Santos
Estudante interrompido, músico frustrado, cozinheiro irregular e fundador (e membro mais controverso) do MBL.
O Brasil já era
Inquérito insólito e presidente golpista duelam na pandemia

Vivemos a seguinte situação: um grupo de marginais, organizados ao redor de um presidente golpista, faz uso irresponsável das redes sociais para divulgar notícias falsas e destruir reputações. São bancados por empresários inescrupulosos, que enxergam na missão uma oportunidade para ganhar dinheiro.

Poderes trabalhar„o juntos em harmonia para fazer o que o povo quer, diz Toffoli
Poderes trabalhar„o juntos em harmonia para fazer o que o povo quer, diz Toffoli DF - BOLSONARO/TRANSI«√O/STF/TOFFOLI - POLÕTICA - O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli (e), recebe o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL)(d) na sede do STF, em BrasÌlia, na manh„ desta quarta-feira, 7. Durante o encontro, Toffoli disse que os Poderes trabalhar„o juntos e em harmonia e reiterou a defesa de um pacto nacional republicano para viabilizar reformas e fazer o PaÌs sair da crise. 07/11/2018 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTAD√O CONTE⁄DO

Sua ação esbarra num STF oportunista, que organiza um inquérito ilegal para brecar seus adversários. O inquérito é apoiado pelos atuais Ministros da Justiça e PGR, que agora, casuisticamente, mudarão de opinião - a pedido do presidente. Mas não é o bastante.

Na Câmara dos Deputados, tramita projeto de lei redefinindo a liberdade de expressão sob a mui conveniente lógica dos "checadores de fatos". Eles tem como base o abuso orquestrado pelo grupo de marginais governistas, e avançarão contra nossas liberdades cheios de razão. Grande parte da imprensa se colocará ao seu lado.

Ao fim do dia, todos recebem seus salários e suas mesadas em meio a uma pandemia, discursam a favor (e contra) o AI-5 e assistem o país escalar para um inferno inevitável. O Brasil já era.

continua em outra matéria