fbpx
Bahia
Vereadores ameaçam fazer paralisação se Alberto Pimentel não for exonerado

Aliados do prefeito também tecem críticas ao atual secretário

22/02/2019 10h50

O caldo tem engrossado na Câmara de Vereadores de Salvador (CMS) no caso Alberto Pimentel, titular da Secretaria de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel) e marido da deputada federal e presidente do PSL-BA, Dayane Pimentel, já que os edis ameaçam não votar nenhum projeto enquanto o secretário não pedir exoneração. Curioso: não somente vereadores de oposição têm tido essa postura, como também os vereadores da base do prefeito ACM Neto que não só fazem articulação para que não haja votação enquanto tal atitude não seja tomada bem como tecem críticas ao atual secretário. A convocação que é, segundo vereadores, a primeira a ser feita dessa forma, tem como objetivo prestar esclarecimento sobre o policial militar Jorge Bruno Guimarães, réu em processo por agressão a sua ex-namorada, que tem atuado como diretor do Trabalho na secretaria sem haver sido nomeado oficialmente. O secretário deverá comparecer à Casa dia 13 de março.

Informações: BNews.

Natural de São Paulo, mas residente em Salvador, é ouvinte de Alborghetti desde 2005, leitor de Olavo de Carvalho desde 2007 e membro do MBL-BA e articulista para assuntos chineses do MBL Nacional desde 2019. Suas principais influências na escrita e no pensamento são Oscar Wilde, Camilo Torres, Arthur Schopenhauer, Roger Scruton, Santo Agostinho, Machado de Assis e outros.